• Girl in a jacket
  • Exposição no Senado homenageia os 200 anos da Independência do Brasil ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

    Desvendar um caminho próprio para repensar o processo da independência brasileira a partir das ações do Parlamento é o objetivo da exposição 200 Anos de Cidadania: O Povo e o Parlamento.

    Organizada pelo Museu do Senado em parceria com o Centro Cultural da Câmara dos Deputados, a mostra percorre os caminhos da Independência e retrata a evolução dos direitos sociais, coletivos, civis, políticos e étnico-raciais, perpassando pelas conquistas legislativas mais recentes, dentre elas, as das pessoas com deficiência (PcDs), crianças, jovens e idosos bem como integrantes da comunidade LGBTQIA+.

    A exposição 200 Anos de Cidadania: O Povo e o Parlamento. A mostra, instalada no salão Negro do Congresso Nacioal, percorre os caminhos da Independência e retrata a evolução dos direitos sociais, coletivos, civis, políticos e étnico-raciais.
    A exposição 200 Anos de Cidadania: O Povo e o Parlamento. A mostra, instalada no salão Negro do Congresso Nacioal, percorre os caminhos da Independência e retrata a evolução dos direitos sociais, coletivos, civis, políticos e étnico-raciais. - Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil


    O acervo reúne réplicas da Carta de 1824 e das demais seis Constituições brasileiras, todas serão disponibilizadas para manuseio pelos visitantes. Além de vídeos com entrevistas de historiadores e lideranças de diferentes segmentos da sociedade, segundo o curador da exposição, Sylvio Costa. Como o dinheiro foi um elemento importante na construção social do nosso país, cédulas e moedas históricas – cedidas pelo Museu de Valores do Banco Central - também estarão disponíveis na visitação.

    A exposição 200 Anos de Cidadania: O Povo e o Parlamento. A mostra, instalada no salão Negro do Congresso Nacioal, percorre os caminhos da Independência e retrata a evolução dos direitos sociais, coletivos, civis, políticos e étnico-raciais.
    A exposição 200 Anos de Cidadania: O Povo e o Parlamento. A mostra, instalada no salão Negro do Congresso Nacioal, percorre os caminhos da Independência e retrata a evolução dos direitos sociais, coletivos, civis, políticos e étnico-raciais. 


    A exposição foi inaugurada pelo presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e estará aberta para visitação de hoje (10) ao dia 1º de dezembro, no Salão Negro do Congresso Nacional. Os horários de visitação são das 9h às 12h e das 13h às 18h, de segunda à sexta, e das 9h às 17h aos sábados e domingos. A entrada é franca. (Agência Brasil).

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ