• Girl in a jacket
  • Britânico captura rato do tamanho de um bebê humano em seu jardim ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


     Um homem encontrou um rato cujo tamanho foi comparado ao de um bebê humano, no jardim de sua casa em Blackburn, no Reino Unido.

    A descoberta, feita ontem, foi um espanto para Derek Blamire, 82, que vem enfrentando a aparição de ratos em sua propriedade há muito tempo, segundo o jornal inglês Daily Star. O aposentado afirmou já ter capturado vários roedores.

    "Moro aqui há cerca de sete anos e já peguei mais de 50 ratos. Às vezes eu os enveneno ou os pego em uma armadilha. Se eles continuarem vindo, eu continuarei pegando eles. Eu não vou desistir", prometeu Blamire.

    No entanto, o dono do imóvel não esperava encontrar um rato que chegasse a aproximadamente 46 cm de comprimento - um bebê humano nasce, em média, com 48 cm. Em uma imagem compartilhada nas redes sociais, Derek aparece segurando o enorme rato com um catador de lixo, prendendo o pescoço dele.

    As medidas do animal deixaram os seus vizinhos impressionados. Alguns compararam o tamanho do rato ao de um cachorro, já outros afirmaram que o comprimento era equivalente ao de um bebê.

    Derek Blamire acredita que os ratos surgem com frequência porque devem habitar os terrenos baldios próximos de sua propriedade. Eles são atraídos pela comida que deixa para os pássaros no jardim. Apesar disso, o inglês usou essa situação como uma vantagem para apanhar os invasores.

    "Eu alimento os pássaros que aparecem diariamente no jardim e, obviamente, os ratos vão aparecer também. Eles se reproduzem muito rápido, existem os pequenos, que são jovens, e os mais velhos. Os jovens são muito fáceis de pegar, mas os mais velhos são muito espertos, eles não caem na armadilha com facilidade e não comem o veneno. Mesmo assim, tive sorte de pegar um".

    Para que sua estratégia funcione, ele deixa de alimentar os pássaros temporariamente, de modo que os ratos fiquem famintos e se sintam tentados a se arriscar com a armadilha.

    "Eu paro de alimentar os pássaros por uma semana para que os ratos fiquem com um pouco de fome, então é mais fácil pegá-los", disse. "Eu não vejo nenhum há alguns dias, mas eles vão voltar. Eles podem desaparecer por algumas semanas e então, de repente, voltam". (UOL).

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ