• Girl in a jacket
  • Pix vira a principal forma de pagamento nos pequenos negócios ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

     

    Segundo pesquisa do Sebrae, 42% dos recebimentos dos pequenos empreendedores são por esse meio de pagamento

    O Pix superou o cartão de crédito, de débito e o dinheiro e já é a principal forma com que os pequenos negócios recebem transações. A modalidade é usada por 42% dos empreendedores, segundo pesquisa inédita realizada pelo Sebrae e IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

    O meio de pagamento, que vai completar dois anos em 16 de novembro, tem seu melhor desempenho entre os MEIs (microempreendedores individuais), já que 51% deles afirmam que essa é a principal forma utilizada em suas vendas, enquanto para as micro e pequenas empresas, o Pix responde por 28%.

    “Já havíamos percebido esse movimento de crescimento do Pix em pesquisas anteriores e, agora, constatamos que o meio digital vem ocupando, cada vez mais, lugar de destaque entre as formas de pagamento usadas pelos empreendedores”, destaca o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

    Ele acrescenta que a aceitação ocorre porque é um sistema rápido e que não onera o consumidor, já que é “mais barato que uma taxa de cartão e que pode ser usado 24 horas por dia”.

    Para os microempreendedores individuais, o Pix responde por 51% das transações, seguido pelo cartão de crédito (20%), dinheiro (15%), débito (5%) e outros (9%).

    Nas microempresas, o cartão de crédito ainda é o principal meio de pagamento e responde por 30%. O Pix vem logo em seguida, com 28%, e depois o dinheiro (10%) e o débito (9%). Outros meios representam 23%.

    Por fim, nas pequenas empresas o Pix também se sobressai, com 42%. Depois, vem o crédito (23%), o dinheiro (13%) e o débito (7%).

    Chamado de Pulso dos Pequenos Negócios, o levantamento ouviu, entre o fim de agosto e as duas primeiras semanas de setembro, mais de 6 mil empresários de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal.

    Preferência digital

    Até julho deste ano, o número de chaves Pix registradas havia chegado a 478,3 milhões, ultrapassando o dobro do número da população do Brasil (214,9 milhões), segundo dados do BC (Banco Central).

    As transações com o Pix em maio de 2022 somaram R$ 889 bilhões e tiveram valor médio de R$ 461. As novas modalidades também vêm crescendo desde o fim do ano passado. Em julho, o número de transações de Pix Saque atingiu 268 milhões e de Pix Troco, 3,1 milhões.

    Os números da pesquisa

    Principal forma de pagamento utilizado pelos clientes das empresas:

    Microempreendedor Individual (MEI)

    • Pix – 51%

    • Dinheiro – 15%

    • Cartão de crédito – 20%

    • Cartão de débito – 5%

    • Outro – 9%

    Microempresa

    • Pix – 28%

    • Dinheiro – 10%

    • Cartão de crédito – 30%

    • Cartão de débito – 9%

    • Outro – 23%

    Pequena Empresa

    • Pix – 42%

    • Dinheiro – 13%

    • Cartão de crédito – 23%

    • Cartão de débito – 7%

    • Outro – 15%


    (R7).

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ