• Girl in a jacket
  • Trump e aliados teriam orientado Bolsonaro a contestar eleição, diz jornal ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

    Eduardo Bolsonaro esteve com o ex-presidente norte-americano e ex-assessores do republicano nos EUA

    Conforme o jornal The Washington Post, dos Estados Unidos, o ex-presidente norte-americano Donald Trump teria aconselhado a família do presidente de Jair Bolsonaro (PL) a contestar o resultado da eleição presidencial no Brasil. O líder norte-americano adotou a mesma postura ao ser derrotado por Joe Biden, em 2020.

    Ainda na reportagem, o Post revelou que Eduardo Bolsonaro (PL), o “filho 03” do presidente Jair Bolsonaro, se reuniu com Trump no ‘Mar-a-Lago’, resort de luxo de republicano, localizado em Palm Beach, na Flórida, depois da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segunto turno.

    O Post também destacou o encontro entre Eduardo Bolsonaro e Steve Bannon, ex-estrategista de Trump que já foi preso e condenado por obstruir a investigação sobre o ataque de 2021 ao Capitólio.

    Em entrevista ao Post, Bannon confirmou que conversou com Eduardo no Estado do Arizona. Ele revelou, ainda, que o assunto no encontro foi “a força das manifestações pró-Bolsonaro e potenciais desafios sobre o resultado eleitoral no Brasil”.

    Jason Miller, ex-assessor de Trump, também confirmou à reportagem que almoçou com o filho do presidente na Flórida e que eles discutiram “a censura digital e a liberdade de expressão”.

    Na matéria, intitulada “Trump auxilia Bannon e Miller a aconselhar os Bolsonaro nos próximos passos”, o The Washington Post afirma, ainda, que outros aliados próximos de Bolsonaro estão se encontrando com conselheiros políticos de Trump. 

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ