• Girl in a jacket
  • Polícia identifica autor de estupros e roubos contra comerciantes de Barreiras ~ Blog Barreiras Noticias | Juninho Sem Maquiagem


     O delegado de polícia José Romero, titular da 1ª Delegacia Territorial de Barreiras, informou na tarde desta terça-feira (10) que o suspeito tinha sido apresentado para audiência no complexo policial do bairro Aratu. Afirma que, a partir do registro de ocorrências das vítimas, foi instaurado Inquérito Policial (IP) para apurar os crimes de roubo e violência sexual contra as duas mulheres.

    Por meio de imagens de câmeras dos locais e rastreamento do percurso que o estuprador teria feito conduzindo uma bicicleta, foi possível descobrir o bairro onde ele mora e também sua identidade.

    Romero, ainda explicou que, para conseguir a elucidação foram várias diligências do Serviço de Investigação (SI), fazendo levantamento de informações, analisando as características físicas do suspeito nas imagens, tais como, cor da pele, cabelos, estatura e outras, além de confrontar detalhes das imagens capturadas da bicicleta.

    Também explicou que, o suposto autor foi apresentado na delegacia, por sua mãe, depois de ser intimado para prestar depoimento sobre as acusações dos roubos, o qual contou com detalhes todos os fatos, além de ter confessando os dois crimes. “No segundo, ele fala que usou cocaína no dia e ficou alterado. Embora seja maior de idade, possui 19 anos, eu permiti que a mãe acompanhasse o depoimento dele. Ela informa que o filho faz tratamento psicológico, psiquiátrico e toma remédio controlado. Mãe e filha, irmã dele, ficaram muito abaladas com tudo, e choraram muito, depois de ouvirem as confissões. A garota chegou a passar mal”.

    Diante das informações, o delegado promete fechar o Inquérito Policial, indiciá-lo e pedir sua prisão preventiva, para evitar que o mesmo cometa mais crimes. “Eu entendo que ele vai voltar a cometer outros crimes, principalmente por ter confessando que faz uso de cocaína e mistura essa droga com o remédio controlado que toma”.

    Apesar de ter prazo de 30 dias, o delegado pretende concluir o inquérito na próxima semana, e como não existe mais o estado de flagrante, ele seria ouvido e possivelmente posto em liberdade.

    Muito abalada emocionalmente, uma das vítimas chorava bastante em frente à delegacia e clamava por punição contra o denunciado.

    Informações dos estupros

    O primeiro crime aconteceu no dia 04 de dezembro de 2022, no bairro Sandra Regina. A comerciante, de 62 anos, declarou na delegacia do bairro Aratu, que o marginal lhe rendeu usando uma faca, após simular uma compra de mercadoria em seu estabelecimento comercial. Ele usava calça colorida, camiseta multicolorida e um boné de cor branca.

    O mesmo forçou a vítima a colocar o numerário que possuía no caixa da loja dentro de um saco plástico, em seguida a obrigou entrar no banheiro, trancou a porta por dentro e violentou-a sexualmente, usando de forte coação, com a faca encostada em seu pescoço.

    Cabeleireira

    A cabeleireira, de 29 anos, procurou a delegacia para informar que, no sábado, (31/12/2022), estava trabalhando em seu salão, no bairro Vila dos Sás, quando entrou um homem de pele branca, com o cabelo pintado, trajando camisa preta, bermuda preta e sandálias, que, com a mão dentro da roupa, simulou estar armado, roubou a quantia de R$ 400,00 (quatrocentos reais) da vítima, em seguida a trancou dentro do banheiro e forçou-a fazer sexo oral com ele, depois a levou para outro setor do salão, onde pretendia estuprar uma cliente que ele havia deixado trancada, porém essa cliente teria gritado e dito que a polícia havia sido acionada, e com isso assustou e afugentou o tarado, o qual saiu correndo, tomando rumo ignorado em uma bicicleta. A cabeleireira diz que ligou para o disque -denúncia -190, solicitou ajuda da Polícia Militar, que não apareceu no local do crime.
     
    Fonte:Alô Alô Alô Salomão

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ