• Girl in a jacket
  • Girl in a jacket
  • LEVANTAMENTO APONTA QUASE DOIS MIL CASOS DE CÂNCER DE PÊNIS EM 2022 ~ Blog Barreiras Noticias | Modesto Repóter

    Um levantamento feito pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) aponta que 1.933 homens foram diagnosticados com câncer de pênis no período entre janeiro e novembro de 2022. O tumor causou a amputação de 459 órgãos genitais masculinos.

    “Muitas vezes confundida com uma infecção sexualmente transmissível (IST), o câncer de pênis pode aparecer como uma ferida no pênis que não cicatriza, gera coceira, queimação e forte odor, mesmo com tratamento tópico”, alertou o urologista Jailton Campos.
    Nos últimos 15 anos, o câncer de pênis deixou 7.790 homens sem o órgão. Em média, 486 amputações são realizadas todo ano no país. O levantamento também analisou dados de 2007 a 2022 disponíveis no DataSUS, serviço do Ministério da Saúde que disponibiliza informações sobre o sistema público de saúde.

    Thank you for watching

    “O câncer de pênis é um tumor raro, com maior incidência em homens a partir dos 50 anos, embora possa atingir também os mais jovens. No Brasil, ele representa 2% de todos os tipos de câncer que atingem pessoas do sexo masculino. A presença de feridas associadas à uma secreção branca pode ser um indicativo do câncer. Nesse caso, a recomendação é consultar um especialista. Além da tumoração no pênis, a presença de ínguas na virilha pode ser sinal de progressão da doença (metástase)”, acrescentou o especialista.
    A fim de esclarecer a população, a SBU realiza pelo terceiro ano consecutivo no mês em que se celebra o Dia Mundial do Câncer, 4 de fevereiro, uma campanha de prevenção e combate ao câncer de pênis.

    “A doença pode ser prevenida por meio de atitudes que eduquem a população sobre a necessidade de higiene genital adequada, além do uso de preservativo, evitar início precoce da vida sexual, diminuir o número de parceiros sexuais durante a vida e evitar a zoofilia. Ações que combatam o tabagismo e vacinação contra o HPV também têm grande impacto. Ressalta-se que a circuncisão para tratamento da fimose protege contra o câncer de pênis somente quando realizada no período neonatal, entretanto ela sempre deve ser estimulada durante qualquer momento da vida, tendo em vista que auxilia na detecção precoce das lesões e favorece melhor higiene local”, concluiu o urologista. (BNews)

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ