• Girl in a jacket
  • Girl in a jacket
  • Sesab confirma duas mortes por dengue em cidades da Bahia ~ Blog Barreiras Noticias | Juninho Sem Maquiagem

    A Secretaria de Saúde do estado (Sesab) confirmou nesta quinta-feira (15), duas mortes por dengue no estado. Ambas aconteceram em cidades do sudoeste do estado e entre elas uma criança de 5 anos.

    O óbito da criança ocorreu na cidade de Jacaraci, no dia 8 de fevereiro. Já a outra morte foi em Caetité, no entanto, a idade e a data do óbito não foram divulgadas.

    Ainda não há detalhes do número total de mortes por dengue na Bahia em 2024. O g1 entrou em contato com a Sesab e aguarda retorno.

    De acordo com a secretaria, um dos casos foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA) e o outro por diagnóstico clínico epidemiológo.

    Além desses dois casos, a morte de uma jovem de 18 anos, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, é investigada. Segundo informações de familiares, Ana Luiza Rangel morreu no Hospital de Base com dengue.

    O atestado de óbito aponta morte com coagulação intravascular disseminada, e tem relação com febre hemorrágica e dengue. No entanto, somente resultado de exames poderá confirmar se a paciente estava com dengue. Uma amostra de sangue de Ana Luiza foi enviada ao laboratório, mas ainda não há informação sobre data do resultado. 

    No mesmo dia em que a criança de 5 anos morreu com dengue em Jacaraci, a Sesab havia informado que o município estava com epidemia da doença. Até esta quinta-feira (15), Jacaraci e outras 12 cidades estão na mesma situação. O levantamento foi feito pelo Sistema de Notificação de Agravos e Notificações (Sinan).

    Municípios em Epidemia:

    Bonito, Novo Horizonte, Piatã, Morro do Chapéu, Lajedão, Rodelas, Macaúbas, Jacaraci, Piripá, Encruzilhada, Cordeiros, Vitória da Conquista e Ipiaú.
    Segundo o levantamento, outros oito municípios estão em alerta ou sob risco. Veja abaixo:

    Municípios em alerta para epidemia:

    Ibicoara, Tanque Novo, Mortugaba e Brejões.

    Municípios sob risco:

    Adustina, Chorrochó, Belo Campo e Anagé.

    Para reduzir a possibilidade do avanço de casos, no dia 8 de fevereiro, a secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, teve uma reunião com prefeitos e gestores municipais de saúde de cerca de 70 municípios que estão em atenção para a doença, seja por causa do histórico da dengue nas cidades ou peplo local ter sofrido com as fortes chuvas do início do ano.

    De acordo com a titular da pasta, as ações de combate ao vetor da dengue iniciadas em 2023 contribuíram para fazer com que a Bahia esteja, neste início de ano, com números menores que o mesmo período do ano passado.(G1).

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ