• Girl in a jacket
  • Girl in a jacket
  • Preço de alimentos já sobe mais que o dobro da inflação em 2024 ~ Blog Barreiras Noticias | Juninho Sem Maquiagem

     Em janeiro e fevereiro, custo da comida em casa subiu 2,95%, contra 1,25% do IPCA. El Niño afetou colheita. Feijão, arroz, batata e cenoura já têm alta superior a 10% em 2024

    Os preços dos alimentos consumidos nos domicílios das famílias brasileiras vêm subindo acima da inflação desde outubro do ano passado. E, só este ano, em janeiro e fevereiro, a alta chega a 2,95% - ou seja, mais que o dobro do 1,25% do IPCA, índice oficial de inflação deste ano.

    Não por acaso o tema entrou no radar do presidente Lula, que realizou uma reunião ministerial para discutir os preços dos alimentos, nesta quinta-feira.

    Em fevereiro, a alta de preços foi puxada por cebola, batata-inglesa, frutas, arroz e leite longa vida. No ano, o preço da batata-inglesa já subiu 38,24 e da cenoura, 56,99%.

    Ao divulgar os dados da inflação de fevereiro, André Almeida, gerente da pesquisa do IBGE, explica que os preços dos alimentos, principalmente in natura, tem sido impactados pelo clima desde o fim do ano passado. Já há uma desaceleração das altas, mas ainda assim os alimentos têm ficado mais caros:

    — No final do ano passado e início desse ano, tivemos um efeito mais intenso por conta do El Niño. Tivemos muitas ondas de calor, um volume de chuvas muito acima do tradicional.

    A alta nos alimentos atingiu alguns itens com forte presença na mesa dos brasileiros. Veja alguns exemplos de preços que subiram mais de 10% este ano:

    • Cenoura: 56,99%
    • Batata-inglesa: 38,24%
    • Banana prata: 17,45%
    • Feijão carioca: 15,27%
    • Feijão preto: 11,95%
    • Arroz: 10,32%

    Apesar da alta recente, o aumento nos preços dos alimentos ainda está distante do pico de 17,5% em 12 meses alcançado em julho de 2022, destaca Alberto Ramos, economista do Goldman Sachs. Em fevereiro, a alta anualizada dos alimentos estava em 1,77%. (O Globo).

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ