LEM
Por conta do coronavírus: Fábricas de celulares dão férias coletivas à espera de componentes da China - Blog Barreiras Noticias | Região Oeste - Bahia

Por conta do coronavírus: Fábricas de celulares dão férias coletivas à espera de componentes da China

A dificuldade em receber componentes importados da China  levou à nova redução na produção de aparelhos celulares para a Motorola no interior de São Paulo.

A unidade da LG em Taubaté também vai parar por dez dias a partir de segunda-feira (2).

O setor de eletroeletrônicos compra da China 42% de seus componentes foram R$ 32,8 bilhões negociados em 2019. Outros 38,3%  também vêm de países asiáticos.

A Flextronics, que produz para a Motorola na fábrica de Jaguariúna, também no interior de São Paulo, deu férias coletivas entre os dias 17 e 28 deste mês  e já informou que renovará a pausa entre os dias 9 de 28 de março.

Inicialmente, cerca de 80% dos 3,2 mil funcionários da linha de produção ficariam dez dias em casa e voltariam nesta quarta-feira (26), mas a empresa prorrogou o descanso por mais dois dias.

Agora, segundo o sindicato dos metalúrgicos de Jaguariúna, cerca de metade dos funcionários —os que ainda têm saldo de férias— ficarão 20 dias em casa para ajustar a produção.

O presidente do SindMetal de Jaguariúna, José Francisco Salvino, diz que a empresa comunicou a necessidade de reduzir temporariamente a atividade na fábrica pois não consegue receber um componente necessário à montagem dos aparelhos.

Barreiras Notícias  /  Folha

Por conta do coronavírus: Fábricas de celulares dão férias coletivas à espera de componentes da China Por conta do coronavírus: Fábricas de celulares dão férias coletivas à espera de componentes da China Reviewed by Jbarreiras on 04:35 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS