'Não adianta suspender aula se população não colaborar', adverte presidente da UPB

Não só prefeitos, mas a população precisará fazer a parte dela para enfrentar o novo coronavírus. A advertência é do presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro. Segundo o também prefeito de Bom Jesus da Lapa, no Oeste baiano, medidas que partam apenas das administrações não causaram o impacto necessário.

“No interior, a preocupação é enorme. Nós prefeito temos uma missão muito grande. Mas não adianta prefeito fazer decreto, fazer barreiras de passagem, suspender aula, se a população não colaborar. Se você fecha escola, mas a população permanece na rua não adianta. Não vai resolver o problema. Os prefeitos precisam convocar a população para a responsabilidade de fazer a higienização, de ficar em casa e não sair para a rua. É uma solução que tem que ser construída junto”, disse Ribeiro ao Bahia Notícias. Conforme o gestor, a orientação vale para todas as cidades, sejam elas de porte médio e pequeno. Eures Ribeiro disse ainda que um encontro feito na última segunda-feira com o governador Rui Costa estabeleceu algumas ações para o interior baiano.

O presidente da UPB pediu preparação às equipes de saúde que vão ter de atuar quando o coronavírus chegar de vez nas cidades, além de tecnologia para testar pacientes com suspeitas do Covid-19. Eures também pediu aos gestores municipais que criem comitês para tratar a enfermidade e que acompanhem uma live marcada para o meio-dia desta quarta-feira (18) com o governador em que o chefe do Executivo estadual deve orientar sobre ações em toda a Bahia.
'Não adianta suspender aula se população não colaborar', adverte presidente da UPB 'Não adianta suspender aula se população não colaborar', adverte presidente da UPB Reviewed by CM on 07:45 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS