Em regime domiciliar, homem pede retorno à prisão após brigas com a mulher

As rigorosas medidas de isolamento social na Argentina, adotadas para conter o avanço do novo coronavírus no país, levaram um detento que cumpria prisão domiciliar a pedir para retornar ao regime fechado. A troca da casa pela Unidade Penal nº 1 na cidade de Paraná foi justificada pela defesa: ele não parava de brigar com a esposa.

O preso, investigado por suspeita de ligação com uma quadrilha de traficantes, contou ao advogado Augusto Lafferriere que queria evitar discussões com a mulher, com quem está confinado durante a quarentena.

Ao canal 9 Litoral, Lafferriere disse que os desentendimentos são comuns para detentos que "precisam reconstruir vínculos familiares ou de amizade".

O advogado tenta negociar com a Justiça que seu cliente tenha direito a uma saidinha para "tomar um ar", sem precisar de um retorno ao regime fechado. A investigação do caso ainda corre, e o homem é, por enquanto, preso preventivo.

"Como a prisão em regime fechado é a condenação em última instância, eu não solicitei que ele retorne à prisão, como havia pedido, mas sim que possa sair por 50 metros ou 100 metros em momentos que ele discute com sua mulher", contou Lafferriere à rede televisiva.

Ele acrescentou que o pedido é de que o cliente tenha direito a uma saída de meia hora de duração todos os dias.

Barreiras Notícias  /  UOL
Em regime domiciliar, homem pede retorno à prisão após brigas com a mulher Em regime domiciliar, homem pede retorno à prisão após brigas com a mulher Reviewed by Jbarreiras on 01:24 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS