Presidente da UPB afirma que decreto de Bolsonaro vai se transformar em 'nada'



Para o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, o decreto do presidente Jair Bolsonaro que tornou serviços essenciais academias e salões de beleza (ver aqui) já nasce morto. Ao Bahia Notícias nesta terça-feira (12), Ribeiro disse que nada vai mudar nos municípios. A segurança, segundo ele, vem de uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) que autoriza a competência de estados e municípios para ordenar o isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus. Eures disse que não há o que se preocupar.

“É ineficaz esse decreto do presidente. O supremo deu aos prefeitos e governadores poderes para cada um, dentro da sua realidade, determinar em matéria de isolamento social”, disse o também vice-presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Conforme o gestor, Bolsonaro tem que acertar primeiro os pontos com prefeitos e governadores para depois decretar algo.


“Qualquer decreto do presidente se não for casado com os decretos dos prefeitos e governadores se torna inconstitucional. Não adianta fazer decreto se não tiver consonância com o que é feito nos estados e municípios”, declarou. Em Bom Jesus da Lapa, cidade em que é prefeito, Eures disse que continuará em vigor o decreto municipal.


“No meu município não vai abrir nada. O decreto do presidente se transformou em nada, porque o que vai prevalecer é que o nós determinamos. Eu já entendo isso como uma matéria vencida”, finalizou.
Presidente da UPB afirma que decreto de Bolsonaro vai se transformar em 'nada' Presidente da UPB afirma que decreto de Bolsonaro vai se transformar em 'nada' Reviewed by CM on 09:43 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS