Combate a Criminalidade: PRF encerra Operação Sírius na Região Oeste da Bahia

  


A operação contou com o auxílio dos cães K9 da PRF que possuem um olfato cerca de 50 vezes maior que o dos seres humanos, acelerando o trabalho de localização de drogas e armas de fogo.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, no último domingo (16), a Operação Sírius com o objetivo de intensificar as ações de combate ao crime organizado no combate ao tráfico de drogas, armas, munições e crimes congêneres. As atividades se concentraram em trechos da BR 242, em Barreiras (BA).


A operação que se iniciou nas primeiras horas de 03 de agosto contou com o emprego do Grupo de Operações com Cães da Bahia e do Distrito Federal, além de policiais especializados e capacitados no combate ao tráfico de entorpecentes e demais ilícitos penais.


Os policiais rodoviários federais lotados no GOC, possuem formação em curso especializado da PRF para atuar com cães farejadores, e que pela natureza da atividade acabam criando um forte vínculo com o cão. O K9 atua como uma extensão do policial nas ações em uma verdadeira relação de confiança e parceria.


As rodovias federais seguem sendo o principal modal de locomoção no Brasil, tanto para cargas e pessoas que movimentam a economia do país, quanto para os criminosos com complexos esquemas de logística para transportar ilícitos.


Por isso agentes federais foram posicionados estrategicamente e auxiliados com informações de inteligência policial. Essa parceria tem se mostrado eficiente e desde então as abordagens passaram a ser mais assertivas, o que têm se apresentado como um diferencial no enfrentamento ao tráfico de drogas e demais ilícitos, inviabilizando e enfraquecendo a estrutura das ações criminosas.


Durante os dias de atividades foram registradas cinco ocorrências de drogas. Em uma das ações foi utilizada a cadela K9 Ruth, que indicou positivamente quanto a presença de ilícitos em parte oculta do veículo. CLIQUE AQUI Foi necessário usar ferramentas especiais para desmontar as peças e retirar os tabletes de drogas que estavam escondidos por toda estrutura do porta-malas, para-choque e portas. Ao todo foram apreendidos 5,42 Kg de cocaína, 8,58 Kg de crack e mais 4,31 Kg de maconha. As embalagens estavam misturadas a pó de café para tentar ludibriar o odor característico de droga. Os produtos ilícitos renderia cerca de 350.000 reais ao tráfico de drogas.


Já em outra ocorrência, o cão farejador da PRF K9 Fridel sinalizou presença de drogas CLIQUE AQUI durante abordagem a um ônibus interestadual que seguia de Diadema (SP) com destino a Boa Viagem (CE). O flagrante aconteceu na noite de domingo (16), em trecho de Barreiras (BA). Na bagagem da passageira foram encontrados seis quilos de maconha, que estavam acondicionados em sacos de arroz.


Os agentes federais apreenderam ainda celulares, relógios, notebooks, receptadores para TV, fones de ouvido, peças de vestuários falsificadas que foram encontrados dentro de dois ônibus e estavam sem documentação comprobatória. Um dos crimes registrado foi o de Descaminho previsto no art. 334 do Código Penal o crime de Descaminho (importar produtos sem o pagamento dos respectivos impostos), tem pena prevista de um a quatro anos de prisão. Este crime representa uma concorrência desleal com os comerciantes regularmente instalados e diminui os empregos com Carteira de Trabalho assinada no país.


Em uma abordagens, foi parado um ônibus interestadual que vinha de Brasília (DF) e tinha como destino Tutoia (MA). Procedeu-se uma fiscalização detalhada e durante a vistoria foram encontrados, entre as bagagens, três caixas com celulares e eletrônicos de última geração, sem o devido despacho aduaneiro. CLIQUE AQUI Ao todo foram apreendidos os seguintes produtos: 20 (vinte) celulares IPHONE 11 Pro Max; 20 (vinte) Apple Watch Series 5; e 05 (cinco) notebooks MACBOOK PRO 13-inch, avaliados em 280.000 reais.


No combate aos crimes ambientais, foram apreendidos 124,73 m³ de madeira beneficiada que estava sem a devida documentação ambiental válida. Para o transporte de qualquer produto de origem florestal é necessário a apresentação do DOF (Documento de Origem Florestal) que é expedido pelo IBAMA. Nesses casos tanto o vendedor, o transportador e o condutor são enquadrados pelos crimes previstos na Lei Nº 9.605/98. É formalizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e os responsáveis se comprometem a comparecer em audiência do Juizado Especial Criminal (JECRIM), para responderem por suas condutas. Além disso, é instaurado um procedimento administrativo pelo órgão ambiental com a aplicação de multas e outras penalidades.


Em uma das ocorrências, registrada na noite de sexta-feira (07), o condutor da carreta que transportava 60,5 m³ de madeira serrada oriunda do Pará, foi preso por apresentar um documento falso. Ao analisar a autenticidade da documentação e após consulta aos sistemas, os PRFs constaram que a numeração do documento não constava no Sistema de Controle Florestal Ambiental. O motorista acabou confessando que o documento era ‘frio’. CLIQUE AQUI


Durante a operação foram cumpridos dois mandados de prisão em aberto. O primeiro aconteceu na tarde de sexta-feira(07), e após abordagem a um veículo VW/Gol, foi constatado que um dos ocupantes, um homem de 34 anos, possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto decorrente de processo pelo crime de lesão corporal com agravante, delito previsto no art. 129, §2°, incisos I e III do Código Penal Brasileiro.


Já a segunda prisão foi de um fugitivo do sistema prisional de Londrina (PR) CLIQUE AQUI. Os PRFs descobriram que o homem de 32 anos era foragido do Centro de Reintegração Social de Londrina, fuga ocorrida no mês passado, após aproveitar-se do momento de abertura da galeria para entrega do jantar, pulou o portão e tomou rumo ignorado. Ele foi preso e entregue à Justiça para continuidade do cumprimento da pena pelos crimes de tráfico de drogas e receptação.


Por fim, já na noite de domingo (16) a PRF interveio em uma briga generalizada que ocorreu em ônibus de passageiro e impediu um final que poderia ser trágico, pois, um dos envolvidos estava portando uma faca de cozinha e ameaçando um dos passageiros do veículo de lotação.


É a Polícia Rodoviária Federal, reiterando mais uma vez seu compromisso de proteger vidas e promover a segurança no Brasil; e garantir sua participação na construção de um Brasil mais ético e justo.


Barreiras Notícias / PRF BA

Combate a Criminalidade: PRF encerra Operação Sírius na Região Oeste da Bahia Combate a Criminalidade: PRF encerra Operação Sírius na Região Oeste da Bahia Reviewed by Jbarreiras on 06:14 Rating: 5

Sem comentários

Postagem em destaque

PRIME TELECOM | FIBRA ÓPTICA EM BARREIRAS