Nas conversas para justificar por que votar em Arthur Lira (PP) para presidente da Câmara Federal, deputados bolsonaristas que ainda torcem o nariz para o chefe do centrão têm ouvido de um ministro palaciano um argumento poderoso. A informação é da coluna de Guilheme Amado, da revista Época.

Segundo a publicação, na visão desse ministro, Lira seria facilmente convencido a não abrir um processo de impeachment contra Bolsonaro, em qualquer cenário.