Foto: YouTube

Um participante do Big Brother Portugal foi expulso do reality show após proferir insultos homofóbicos, sexistas e repetir por diversas vezes a saudação nazista.

A saída de Hélder Teixeira, foi anunciada pela emissora TVI ao vivo na última quinta-feira (28). O rapaz, que já havia participado da edição de 2020 do reality show, voltou para um formato especial, o Duplo Impacto, que reúne ex-participantes de temporadas anteriores.

O rapaz chegou a ser reprimido por alguns colegas após realizar o gesto da saudação. “Abaixe o braço. Não faça isso, que isso é péssimo”, condenou Helena.

Hélder, que ainda marchou como as tropas de Hitler, debochou do assunto. “Não é grave nada, faz parte da história”, desdenhou o participante ao falar sobre o fato que exterminou milhões de pessoas na Alemanha.

“Há temas com os quais nunca podemos brincar, correndo o risco de os desvalorizar ou banalizar. O gesto que você fez simboliza milhões de mortos. Hélder sabe melhor que ninguém a importância das palavras e gestos no Big Brother, Por tudo isso, Hélder, deixou de ser bem-vindo na minha casa. Está expulso do Duplo Impacto. Pode se despedir dos seus companheiros e deixar a minha casa”.

Após ser expulso do programa pelo comportamento, Hélder afirmou que não tinha ideia de que a “brincadeira” poderia ser tão grave.

“Não estava a espera de nada. De todo. Quando acontece uma situação desta somos avisados. Como eu sou de tal forma brincalhão e já fiz tantas vezes este gesto, não fazia a mínima ideia que isto ia ter esta proporção. Juro pela minha família”, declarou Hélder após deixar o programa.