Após o desembargador do TJRJ, Milton Fernandes de Souza, acatar o pedido de habeas corpus expedido durante a madrugada desta quinta-feira, 18, o cantor Belo deixou a prisão e apareceu nos Stories do Instagram, com uma série de vídeos em silêncio e chorando.

O cantor não disse nenhuma palavra na publicação, apenas escreveu: “Grito em silêncio. Gratidão a todos. Deus é maior. Justiça!”, disse. Com um semblante triste e lágrimas no rosto, ele balança a cabeça, fazendo um sinal de negativo, e digitou emojis, mostrando emoção e silenciamento.

Belo deixou o sistema prisional de Benfica na manhã desta quinta-feira, 18, e é investigado pela realização de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, durante a pandemia do novo coronavírus, o que levou a polícia pedir sua prisão preventiva. O evento ocorreu no interior da Escola Estadual do Parque União, e não foi autorizado pela Secretaria Municipal de Saúde, nem pela Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro.

De acordo com a Polícia Civil, ele responde por quatro crimes: infração sanitária, crime de epidemia, invasão a prédio público e organização criminosa.

Em depoimento, Belo disse que não sabia que o local ficava em uma região com tráfico de drogas e que a responsabilidade da organização seria da produtora Série Gold. Os donos dela, Célio Caetano e Henrique Marques, também foram presos preventivamente, além de Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, apontado como chefe do tráfico no Parque União.

A mulher do cantor, Gracyanne Barbosa, comentou sobre o marido, em suas redes sociais. “Não sei sobre os próximos capítulos, entrego na mão de Deus. E só em saber que tenho o apoio e carinho de vocês, isso já conforta e muito”, afirmou.

(A Tarde)