Algumas farmácias nos Estados Unidos começarão a oferecer vacinas contra a Covid-19 a partir do dia 11 de fevereiro. Segundo o jornal O Globo, oferta faz parte dos esforços para aumentar rapidamente o número de doses administradas em cidadãos americanos.

O coordenador de resposta da Casa Branca para Covid-19, Jeff Zients, disse a jornalistas na terça-feira (2) que, devido às limitações de abastecimento, o programa terá como alvo inicial 6.500 farmácias em todo o país, um número que será expandido para 40 mil com o passar do tempo.

“Isso tornará mais vacinas disponíveis para as pessoas em suas comunidades e é um componente importante para a vacinação equitativa”, explicou.

O programa faz com que os indivíduos marquem consultas na farmácia para receber suas doses, conforme seu grupo prioritário se torna elegível para tomar o imunizante.