Morreu na tarde desta terça-feira (9) o ex-governador, ex-reitor da Universidade Federal da Bahia e médico Roberto Figueira Santos. Roberto Santos, figura histórica do MDB, era filho do primeiro reitor e fundador da Ufba, Edgard Santos.

Ao informa o óbito do político e professor, o reitor da universidade, João Carlos Salles informou que a instituição estava em luto. “Expressamos aqui nossos sentimentos mais profundos”, disse.

Aos 94 anos, Roberto Santos estava internado para se tratar de problemas renais. Não há informações ainda sobre horário e local do sepultamento.

Governador durante a ditadura (1975-79), Roberto Santos falou ao bahia.ba em 2017 que não nutria uma relação nem hostil nem de adesão aos militares. Contou também sobre o rompimento com o ex-senador ACM – simultaneamente antecessor e sucessor no governo estadual. ““Ele [ACM] dizia que ia fazer meus secretários. Não conseguiu fazer nenhum”.