html image example
html image example
Prefeitura de Barreiras e representantes do comércio avaliam quadro epidemiológico do Município e medidas restritivas adotadas para conter a propagação da Covid-19 ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral

Na manhã desta sexta-feira (21), o vice-prefeito de Barreiras, Emerson Cardoso, acompanhado do subsecretário de indústria, comércio e serviços, Roberto de Carvalho, esteve reunido com a diretoria da Câmara Dirigentes Lojistas (CDL), representantes da Associação Comercial e Empresarial de Barreiras (ACEB) e do Sindlojas Oeste, para apresentar e avaliar o quadro epidemiológico do Município e as medidas restritivas adotadas para conter a proliferação do coronavírus, através dos decretos municipal e estadual.

Atento aos pontos levantados pelas entidades representativas, o vice-prefeito destacou na reunião que aconteceu na sede da CDL, os motivos que levaram o governador do estado a decretar o fechamento parcial do comércio levando em consideração o aumento da taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTIs, ascendência de casos positivos na região e outras deliberações.

“A Prefeitura de Barreiras sempre foi parceira do comércio e, sem dúvidas, somos na Bahia, um dos municípios que desde o início da pandemia mais manteve as atividades econômicas em pleno funcionamento. Infelizmente, com o atual quadro epidemiológico, tivemos que adotar medidas mais restritivas, fazendo cumprir o Decreto Estadual em vigência até a próxima terça-feira, 25. Essa é mais uma iniciativa para evitar as aglomerações e circulação de pessoas, pois o vírus circula quando as pessoas circulam, é um sacrifício necessário para frear o alastramento da pandemia em nosso município”, pontuou Emerson Cardoso.

Diante do exposto, a CDL justificou seu posicionamento em relação ao fechamento do comércio, reconheceu o trabalho que a Prefeitura vem realizando desde o ano passado diante da crise sanitária, evidenciou que a responsabilidade muitas vezes facultada ao município deveria ser do Estado, uma vez que atende pacientes de toda região, e, por último, justificou que o momento requer atenção e cuidado de todos.

Para o vice-presidente da CDL, Thiago Quinteiro, o momento permitiu entender as decisões tomadas com relação à pandemia do novo Coronavírus e a possibilidade de flexibilizar as medidas restritivas para o comércio.

“Nossa intenção foi de ficar atualizado com toda essa situação que estamos vivendo e solicitar, dentro das possibilidades do município junto com o Estado, a flexibilização inicialmente de alguns setores do comércio para que possamos caminhar para uma abertura total do comércio. Somos parceiros do município desde o início da pandemia e continuaremos trabalhando juntos para superarmos essa fase”, pontuou Thiago Quinteiro.