Um homem acusado de matar um vizinho após ouvir reclamações sobre o seu galo de estimação foi preso na tarde desta sexta-feira (29).O animal teria aprendido a cantar a palavra "Bolsonaro" e, por conta disso, Marcos Custódio teria assassinado Ricardo Carneiro Montojos com tiros e pedradas.
Na delegacia, Marcos explicou que agiu movido por rixas antigas entre ele e o vizinho, especialmente porque a vítima reclamava do barulho do galinheiro que havia no seu terreno e tinha cismado que o seu galo de estimação teria sido ensinado a cantar o nome do então presidente pra provocar a vítima que era anti-bolsonaro.

O crime aconteceu no dia 4 de setembro, próximo à entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, Marcos atirou contra Ricardo e com a vítima já caída no chão, golpeou a sua cabeça com uma pedra de aproximadamente 8kg, causando esmagamento do crânio e da face.

Após cometer o crime, Marcos se escondeu na região da mata, onde ficou refugiado até se apresentar na delegacia.

 https://www.bnews.com.br/noticias/policia/cidades/328584,briga-de-vizinhos-por-causa-de-galo-bolsonarista-termina-em-morte.html