O ex-deputado Roberto Jefferson voltou a criticar Jair Bolsonaro em carta enviada ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Preso por suposta participação em uma organização montada para atacar a democracia digitalmente, o líder petebista lamentou o distanciamento do presidente.

“O Bolsonaro é um homem honrado, mas não recolhe seus feridos. Sequer demonstra solidariedade com seus combatentes. Fiz duas cartas para ele. Nunca o PR (Presidente da República) mandou um cartão dizendo saúde, minha solidariedade. Ao contrário, ele se distanciou de nós e manteve silêncio obsequioso”, escreveu Jefferson, segundo aponta o jornal O GLOBO.

Ainda na carta, o ex-deputado bolsonarista condenou a aproximação de Bolsonaro com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Recentemente Bolsonaro revelou que conversou cinco vezes com Moraes, depois do 7 de Setembro.

“Bolsonaro se conspurca falando com Xandão, que ele chamou de canalha na Avenida Paulista”, disse Jefferson.