A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, começou a testar, nesta segunda-feira (8), uma rota para um futuro veículo apelidado de “carro voador elétrico”. A simulação da Mobilidade Aérea Urbana vai ser feita entre a Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, e o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na zona norte.

A cidade escolhida foi Rio de Janeiro, uma das regiões que mais sofrem com congestionamentos no país.

O objetivo é experimentar uma alternativa aérea para um trajeto tão comumente utilizado pelas ruas.

A meta é que a aeronave da Eve chegue ao mercado em 2026.

Neste primeiro momento de testes, será utilizado um helicóptero convencional. No entanto, em breve, a operação será realizada com uma aeronave elétrica de pouso e decolagem vertical (Evtol), conhecida no mercado como EVA (Eletric Vertical Aircraft), ou o “carro voador”. Todo o processo será monitorado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

A simulação vai ocorrer durante um mês, com seis voos diários, a um custo mais acessível comparado à operação convencional: os preços das passagens estão na faixa entre R$99,99 a R$599,99, a depender do dia e horário do voo, valor aproximado ao que se espera quando tudo estiver regularizado. (Bahia.ba)