Uma mulher foi multada em 23 mil dólares, cerca de R$ 125 mil,  pela Federal Aviation Administration (FAA), agência de aviação dos EUA, após agredir um comissário de bordo da American Airlines com um tapa porque seu assento reclinou.

O caso aconteceu em março deste ano em um voo da American Airlines, mas a multa foi aplicada apenas nesta semana.

A passageira “agrediu verbalmente os comissários de bordo depois de perceber que seu assento não reclinava. Embora os comissários tenham tentado trocá-la de lugar, a passageira se recusou a mudar”, informou a FAA.

Além disso, ela ‘continuou gritando com os comissários de bordo’ e não cumpriu a exigência federal de usar máscara facial a bordo, de acordo com a agência. “Ela então atingiu um comissário de bordo no antebraço direito e tentou fazê-lo novamente”, disse a FAA. Ela foi presa assim que o voo chegou ao seu destino.

As multas por incidentes em voos variam de US$ 9 mil (R$ 49 mil) a US$ 32.000 mil (R$ 174 mil). A FAA disse que já recebeu mais de 5.000 reclamações de passageiros em 2021 e que 73% estavam relacionadas ao uso de máscaras. Mais de 100 dos incidentes relatados envolveram violência.

Com informações do portal IG