Campeão do primeiro The Ultimate Fighter e Hall da Fama do UFC, o lutador Diego Sanchez está internado em um hospital nos Estados Unidos (EUA) devido aos efeitos da Covid-19. Ele publicou nas redes sociais nesta sexta-feira (26) fotos suas no leito, coberto de fios que monitoram seus batimentos cardíacos, além de uma foto de seu raio-X, que mostra seu pulmão comprometido.

Sanchez revelou que contraiu o novo coronavírus na semana passada, mas disse que havia recebido permissão para tomar o coquetel de anticorpos monoclonais da Regeneron, recomendado a pessoas com imunodeficiência e que não reagem a vacinas. No entanto, seu quadro parece ter piorado.

Thank you for watching

O lutador reconheceu que não se vacinou contra a Covid-19 e afirmou que ainda tinha dúvidas sobre as vacinas disponíveis.

Ex-desafiante número 1 no peso-leve (até 70,3kg), Diego Sanchez lutou em quatro divisões de peso diferentes pelo UFC. Em 15 anos, fez 32 lutas pelo UFC, com 19 vitórias e 13 derrotas – seu cartel total no MMA é de 30 vitórias e 13 derrotas.

Este ano, Sanchez foi dispensado pela empresa em abril, após uma disputa entre seu manager na época, Joshua Fabian, e o UFC devido a seu histórico médico. (Bahia.Ba)