O ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à presidência pelo Podemos, iniciou nesta quinta-feira (6) uma série de viagens pelo Brasil, a começar pelo Nordeste, com o objetivo de conquistar apoio para sua campanha presidencial.

O primeiro destino foi a Paraíba, região vista como grande desafio para seu crescimento nas pesquisas eleitorais, segundo o Jornal Folha de São Paulo.

A agenda pela Paraíba está sendo organizado pelo deputado Julian Lemos (PSL-PB), ex-coordenador da campanha de Bolsonaro no Nordeste, em 2018. Julian rompeu com o presidente em meio à crise com o PSL, no fim de 2019, e hoje apoia o ex-juiz. Além disso, tem uma relação de rusgas com os filhos do presidente. Em suas redes sociais, ele compartilhou que estará ao lado de Moro em sua agenda de compromissos.

Alianças

Durante entrevista dada pelo presidenciável à rádio “Portal Correio”, de João Pessoa, Sergio Moro afirmou que o Podemos está buscando aliança com partidos como o União Brasil e deu o exemplo do governo de coalisão formado na Alemanha como modelo de uma federação partidária que almeja com outros partidos. Durante a maior parte do tempo ele falou da importância da bandeira do combate à corrupção, mas também fez ressalvas de que a economia e o desemprego são os atuais maiores problemas do país.

Segundo a assessoria do pré-candidato, ele tem ainda viagens programadas para Ceará, Piauí e Sergipe em fevereiro. O Nordeste é um dos principais desafios para suas pretensões eleitorais. Segundo o último Datafolha, ele aparece apenas com 3% das intenções de voto na região – enquanto Lula (PT) aparece disparado com 61%.