• Girl in a jacket
  • Janela partidária faz partido de Bolsonaro perder maior número de deputados na Bahia ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


    Se nacionalmente o partido do presidente Jair Bolsonaro, o PL, foi o que mais se beneficiou com a janela partidária, na Bahia, foi a legenda que mais perdeu deputados federais até o momento.

    Três deputados federais do PL anunciaram que vão deixar a legenda. O deputado federal Raimundo Costa deixou a sigla de Bolsonaro para se filiar ao Podemos, agremiação que lançará o ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, à Presidência.

    Já Abílio Santana deixou o PL para ingressar no PSC. O parlamentar José Rocha anunciou, nesta quinta-feira (24), que também já comunicou ao diretório nacional do PL a sua saída. Ele se filiará a um partido da base do pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (União Brasil).

    O deputado federal João Carlos Bacelar, conhecido como Jonga, no entanto, ficará no PL, segundo o novo presidente da legenda, Vitor Azevedo. Como o ministro da Cidadania, João Roma (hoje Republicanos), se filiará ao PL e renunciará ao posto no início de abril para ser candidato a governador da Bahia, ele voltará a ser deputado federal. A bancada do PL baiano, então, deixará de ter quatro cadeiras na Câmara dos Deputados para ter duas.

    Outros partidos que perderam federais na Bahia: o PSB e o PDT, cada um, um deputado. O Podemos perdeu com a saída de Bacelar, mas ganhará com o ingresso de Raimundo Costa. Já Roma sairá do Republicanos, mas a tendência é que Marcelo Nilo se filie a agremiação.

    Nacionalmente

    No âmbito nacional, o PL ganhou 21 cadeiras. O União Brasil – partido do ex-prefeito soteropolitano ACM Neto – foi o que mais perdeu: 26.

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ