• Girl in a jacket
  • Número de mortes nas rodovias federais no estado da Bahia no Ano Novo cai 65% ~ Blog Barreiras Noticias | Oeste Baiano no Geral


     A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentou, nesta segunda-feira, 2, um balanço da Operação Ano Novo, realizada nas rodovias federais no estado da Bahia. De acordo com o órgão, neste ano, cinco pessoas morreram nas estradas durante o feriado, uma redução de 65% com relação ao ano anterior, quando 14 pessoas vieram a óbito. A quantidade de acidentes fatais também caiu.


    As ações se deram de 30 de dezembro a 1º de janeiro nos principais pontos de acidentalidade e incidência de práticas criminosas no estado. Ao todo, a Operação fiscalizou 3.224 veículos e abordou 4.369 pessoas.

    Em comparação com o mesmo período do Réveillon de 2021, a PRF registrou na Bahia uma redução de 16% no número de acidentes totais. Foram 31 em 2021, contra 26 este ano. Destes, 13 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente, o que representou uma redução de 7%. Do total de acidentes registrados, 27 pessoas ficaram feridas, número que representa uma redução de 57% em relação ao mesmo período do ano passado.

    A PRF atuou ainda no auxílio a 53 motoristas que tiveram problemas mecânicos ou se envolveram em acidentes sem vítimas nas rodovias. Segundo a entidade, nestes quatro dias de atividades a PRF BA emitiu 1.495 notificações referentes a infrações diversas.

    De 30 de dezembro a 1º de janeiro, foram 352 autos extraídos de ultrapassagem proibida, representando quase cinco flagrantes por hora de operação.

    Foram realizados 2.538 testes com etilômetro (aparelho utilizado para aferir a quantidade de álcool ingerido pelo condutor, conhecido popularmente como bafômetro). Foram flagrados 42 motoristas sob efeito de álcool, um aumento de 35%, em comparação ao feriado do ano passado.

    A PRF também emitiu 16 autos de infração para motociclistas ou passageiro sem capacete. Obrigatório não só para o motorista, mas também para todos os ocupantes do veículo, o cinto de segurança, ou melhor, o não uso dele gerou 113 autuações. Quando o alvo das fiscalizações foi a criança sem cadeirinha, 36 autos foram emitidos. 87 veículos com problemas em equipamentos obrigatórios, documentação e mau estado de conservação foram recolhidos das estradas.  (PRF)

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ