• Girl in a jacket
  • Após tentar dissimular, filho confessa que planejou o assassinato da própria mãe no interior de São Paulo ~ Blog Barreiras Noticias | Modesto Repóter


     A polícia desvendou um crime chocante em Araçatuba, interior de São Paulo: a morte de um casal, com extrema violência. Depois de tentar dissimular, o filho de uma das vítimas acabou confessando: ele planejou o assassinato da própria mãe.

    Daniel Cantarani Sorrentino, de 36 anos, ligou para a PM para dizer que a mãe Magali Cantarani Poletti estava morta. A ligação foi feita 1h50. Com a chegada da polícia, Daniel contou que tinha passado quatro horas fora de casa, retornado com um carro de aplicativo e - quando chegou - foi surpreendido com a cena do crime. Nesse intervalo, o que teria acontecido lá dentro?

        “A princípio, a gente imagina que poderia ter sido um roubo que não deu certo. E aquela vítima ali teria sido morta tentando impedir o roubo”, diz José Abonisio, delegado.

    Nenhuma porta ou janela da casa tinha sinal de arrombamento. Lourival, padrasto de Daniel, e Magali foram mortos a pauladas.

    Pela forma brutal como o casal foi assassinado - e sem que nada de valor tivesse sido levado da casa - os policiais começaram a desconfiar de que tudo poderia ser uma grande armação. A partir daí, a investigação deu uma reviravolta. O comportamento do filho da vítima acabou despertando a atenção dos investigadores ainda na madrugada do crime.

    A polícia investiga se a motivação de Daniel era financeira. Pelos assassinatos, o namorado ganharia R$ 700. E Helenice - que entregou os comprimidos para dopar o casal, segundo áudios - não ficaria sem nada. Daniel, Renato e Helenice estão presos. Daniel e Renato confessaram o crime.

    O advogado de Daniel afirma que “o inquérito, a produção de provas e as perícias ainda estão em análise" e que, por isso, "não concluiu as linhas de defesa". Renato e Helenice ainda não têm advogados.

    Por Fantástico

    Publicação em destaque

    TELECOM PROVIDER - INTERNET CAMPEÃ